Cliente que demora a comunicar furto de cartão a banco deve suportar prejuízos

Cliente que demora a comunicar furto de cartão a banco deve suportar prejuízos

Cliente que demora a comunicar furto de cartão a banco deve suportar prejuízos

#MBalerta Cliente que demora a comunicar furto de cartão a banco deve suportar prejuízos. A onda de insegurança desestabiliza emocionalmente muitos cidadãos, principalmente aqueles que são vítimas de assaltos.

Dentre as preocupações depois de casos de roubos após o registro do Boletim de Ocorrência, o cancelamento dos cartões de crédito deve estar entre as prioridades. Além do risco de clonagem, cartões de crédito roubados podem ser utilizados também em compras na internet, mesmo sem a senha.

A demora na comunicação de roubos ou furtos de cartões junto ao banco pode gerar prejuízos para o usuário, que deve suporta-los.

“A comunicação tardia do furto do cartão à instituição financeira, impossibilitando a adoção de medidas desta para evitar a utilização do cartão por terceiros, impõe ao consumidor a responsabilidade por eventuais prejuízos suportados”. A decisão é da 4ª turma Cível do TJDF, que manteve a sentença que negou indenização a uma cliente que comunicou o furto de seu cartão apenas um mês depois do ocorrido. O Relator do caso, o desembargador Sérgio Rocha deu razão à instituição bancária, tendo em vista que a autora não comprovou que tenha comunicado o furto na mesma data que ocorreu.

A decisão pode ser acompanhada por outros magistrados. Por isso, na dúvida, caso seja assaltado, comunique o mais rápido possível o incidente ao Banco.